Páginas

sábado, 29 de setembro de 2012

Só mais um estranho na minha vida


Complicado mesmo é saber que as coisas um dia acabam mudando, ou pior... saber que as pessoas também um dia mudam, e que nem sempre essa mudança acaba sendo para melhor.
É realmente difícil ver que o brilho no teu olho já não é mais o mesmo. Que a nossa relação não é mais a mesma, ou a falta dela. Que as coisas que pra ti eram importantes hoje parecem não fazer diferença na tua vida. É difícil não te reconhecer mais, é difícil saber que tudo o que eu admirava em ti tenha desaparecido. Que a tua ex-música preferida já não te toca mais, já não te faz sorrir como antes e que tu já nem à cante mais pra mim. É complicado ver que o teu mundo mudou, que tu já não tem mais aquela maneira corajosa de enfrentar os problemas, que agora tu simplesmente foge deles, te esconde. Difícil ver que o teu humor mudou, que o teu amor também. Nem a tua saudade é igual, porque agora ela parece simplesmente já nem existir. Nem no teu abraço eu consigo te reconhecer. De repente possa vir a ser essa droga de mudanças da qual as pessoas falam que acontece com todo mundo. Só sei de uma coisa: tu tinha e tem o maior direito de mudar, a minha unica reclamação não é de tu ter se tornado uma pessoa diferente e sim de ter se tornado um estranho na minha vida. E não só na minha vida, talvez um estranho na tua também, porque com tanta falta de sentimento dentro de ti é bem capaz que não esteja reconhecendo  nem mesmo a si próprio.

Nenhum comentário:

Postar um comentário