Páginas

quinta-feira, 2 de dezembro de 2010


Talvez em outra vida, em outro momento, em uma outra circunstância, a gente possa ser um só. Possa superar os medos juntos, e aprender novas coisas, novos jeitos de amar, novas maneiras de se dedicar, de se doar, de se entregar. Talvez num tempo novo você entenda o quanto você é necessario pra minha existencia, você é como se fosse o ar que eu respiro, e hoje eu me sinto meio sufocada com a tua ausencia. Talvez você perceba que sem você eu não consigo e que você é preciso pro meu dia clarear, pro meu sol nascer em paz. Talvez não seja hoje, nem amanhã e nem depois, mas chegará o dia em que eu possa olhar nos teus olhos e dizer o quanto você significa, o quanto vale, o quanto me faz bem. Os dias podem passar, mas a vontade ainda permanecera aqui. A vontade de te abraçar e te apertar forte, sentindo a emoção de ter por perto.
Te quero aqui, comigo. Não precisa ter pressa, apenas te peço pra que não falhe com o meu desejo. Sei que não será aqui, nem agora, nem depois. A única certeza é de que vai ser especial, especial como você foi pra mim, especial como o amor que sinto.
Hoje, o meu coração bate por nós dois e eu sei que o momento que eu espero, mas anseio, um dia vai chegar e tenho certeza de que será perfeito.


♫ Talvez não seja nessa vida ainda,
mas você ainda vai ser a minha vida ♪

4 comentários:

  1. Oi flor!
    Ou melhor, Estrelinha... rs

    Adorei seu blog! Tô seguindo... =)

    ResponderExcluir
  2. aaaaaaaaaaaaaaaah que liiindo o texto³!

    ResponderExcluir
  3. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir